sexta-feira, 19 de maio de 2017

Amityville: A Mais Famosa Casa Mal-Assombrada


Quando falamos em sobrenatural, algumas palavras vem rapidamente a mente, e Amityville é uma delas. Vamos conhecer a história desta casa, que se tornou sinônimo de mal-assombrada. 
O ano é 1965, a família Defoe compra uma bela e grande casa na Avenida Ocean, de número 112. Foram morar na casa, além do Sr. e Sra Defoe, seus 5 filhos, e todos esperavam viver uma vida tranquila. Como em quase toda família, os Defoe enfrentavam problemas familiares, causados pelo filho mais velho, Ronald “Butch” Júnior, que era viciado em drogas e praticava pequenos furtos para sustentar seu vício. Por causa deste comportamento, eram comuns as brigas de Ronald “Butch” Júnior com seu pai, Sr. Ronald Defeo.
Mas a vida da família iria mudar no dia 13 de novembro de 1974, pois o filho problemático Ronald, por um motivo desconhecido, resolveu matar todos os membros de sua família. Com a ajuda de uma carabina, ele foi até o quarto dos pais e os matou, depois foi no quarto de cada um dos seus irmãos e disparou contra eles também. Para finalizar assassinou as outras duas irmãs. 
A polícia logo prendeu Ronald “Butch” Júnior, que no início dizia que os pais tinham envolvimento com a máfia. À polícia ele disse que “Começou tudo muito rápido. Assim que comecei, não consegui parar. Foi tudo muito rápido”. Ele foi julgado e condenado a mais de 100 anos de prisão, e atualmente está na prisão Green Haven em Nova York
Algumas coisas estranhas aconteceram durante os assassinatos, fatos até hoje sem explicação:

- Todos foram mortos enquanto dormiam e por algum motivo estranho ninguém acordou com os disparos. 
- Todos foram colocados de bruços antes de serem atingidos.
- Nenhum vizinho escutou o barulho dos tiros de sua carabina, uma arma barulhenta.

E assim termina a primeira parte da história, o massacre da família Defeo. 

Os 5 irmãos Defeo. Ronald “Butch” Júnior é o da direita e matou todos eles com tiros de carabina.


A polícia prendendo Ronald “Butch” Júnior

A casa isolada pela polícia
Vamos agora falar de uma outra família, os Lutz

Um ano depois do massacre da família Defeo, a casa foi vendida, mais precisamente em dezembro de 1975, para a família Lutz, que era composta por George e Kathy Lutz e seus 3 filhos Daniel, de 9 anos, Christopher, de 7 e Missy, de 5... Mesmo sabendo da história trágica da casa, os Lutz diziam não se importar e mudaram-se para ela, mas antes levaram um padre para abençoar o local. Não funcionou pelo visto, pois a família Lutz ficou somente 28 dias no local. Eles simplesmente fugiram, deixando todas as suas coisas para trás!
Eles relataram que surgiam enxames de moscas do nada, portas e janelas abriam e fechavam abruptamente, mãos invisíveis os arranhavam durante a noite, ouviam barulhos, sons de tiro e até visões de fantasmas, enfim, o local estava mal-assombrado.

E assim termina a segunda parte da história, a fuga dos Lutz.

O nascimento da lenda


Livro lançado em 1977 relata
as experiências vividas pelos Lutz
e foi o responsável por começar
a lenda da casa ser mal-assombrada


A família Lutz então chamou o escritor Jay Anson para escrever um livro documentando suas experiências e em 1977, a editora Prentice Hall publicou o livro com o título "Horror em Amityville" e o classificou como uma "história baseada em fatos reais". O prefácio do livro dizia:
Os nomes de pessoas mencionadas neste livro foram modificados para manter sua privacidade. Porém, os fatos e acontecimentos apurados são estritamente verdadeiros.
Foram vendidas mais de 3 milhões de cópias do livro e os Lutz viajavam pelos EUA contando sua história. Também foi produzido um filme em 1979 baseado no livro que arrecadou U$ 80 milhões! Para os fãs, o filme inspirou mais três sequências: 

Amityville II: A Possessão, Amityville 3-D, e um especial para TV Amityville IV: A Maldição. Em 2005 foi lançada uma refilmagem do original Horror em Amityville.
Vários investigadores ficaram sabendo da casa mal-assombrada e resolveram investigar o local, e é claro que as maiores celebridades no assunto foram fazer uma investigação: Os Warrens! O demonologista Ed Warren e a médium clarividente Lorraine Warren fizeram uma investigação completa do caso e concluíram que a casa era realmente assombrada. Toda a história pode ser lida no website oficial da The New England Society For Psychic Researc, organização fundada pelos Warrens em 1952.




Ed morreu em 2006. Foram mais de 50 anos investigando e combatendo demônios, sendo que Amityville é um dos seus casos mais famosos. Mas este é apenas 1 dos mais de 10.000 casos que eles afirmam ter estudado. Estamos prestes a conhecer um outro, pois no dia 13 de setembro (uma sexta-feira 13!!!!), estréia no Brasil o filme "Invocação do Mal" (The Conjuring), baseado em um dos casos mais difíceis já enfrentados pelos Warrens, o da fazenda Harrisville. O filmevai mostrar a história do ponto de vista dos Warrens, usando seus vídeos pessoais da investigação.
Sinopse: Antes de Amityville, houve Harrisville. “Invocação do Mal” narra o conto horripilante de Ed e Lorraine Warren (Patrick Wilson, Vera Farmiga), investigadores paranormais de renome mundial, que foram chamados para ajudar uma família aterrorizada por uma presença maligna em uma fazenda isolada. Forçados a confrontar uma poderosa entidade demoníaca, os Warrens encontram-se presos no caso mais terrível de suas vidas.



Existe muita história dizendo que a família Lutz inventou tudo para ganhar dinheiro e até foi publicado um livro sobre este assunto: “The Amityville Horror Conspiracy”, dos autores Stephen e Roxanne Kaplan.
Loraine Warren até hoje continua afirmando categoricamente que a casa realmente é mal-assombrada e que passou por experiências horríveis ao lado de seu marido durante as investigações.

A alguns anos a casa foi vendida por U$ 950.000


A casa foi vendida por U$ 950.000 recentemente. Opa, subiu o preço, veja aqui

Imagens da casa tiradas por Bruno Domingues de Paula e enviadas gentilmente para publicação.

Imagens da casa tiradas por Bruno Domingues de Paula e enviadas gentilmente para publicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário