domingo, 30 de abril de 2017

Os melhores filmes de terror de todos os tempos


Medo, nojo, choque, descrença. Se tem um gênero que mexe com as pessoas, é o terror. As imagens impressionam o espectador e ficam na memória, voltando à mente no momento em que a cabeça repousa no travesseiro, na escuridão do quarto. Ou então enaltecem fobias, criam monstros e, em algum momento, dão risada de si mesmos.

A diversidade desta rica e longeva categoria do cinema se estende através das décadas e gera diversas listas dos melhores. Mas afinal, o que torna um filme de terror bom? Para elaborar a nossa própria seleção, levamos em consideração o ineditismo, o grau de perversão e, obviamente, a diversão proporcionada. Bons sustos! 



O Ajudante de Satã (2004)


Em O Ajudante de Satã, um garoto se depara com um serial killer vestido como o personagem de seu jogo favorito de videogame. Ele assume, então, o posto de ajudante do criminoso no Halloween sem perceber a consequência dos seus atos, que incluem atropelamento de grávidas e carrinhos de bebê. A brutalidade está no tratamento que o roteiro dá à situação: para o menino, todas as atitudes equivalem a pontos no “game”.

Alien: O Oitavo Passageiro (1979)

Resultado de imagem para Alien: O Oitavo Passageiro (1979)

Outro clássico que realçou uma criatura e seu criador, H.R Giger, ao estrelato. Se a ideia de um ser desenvolvido e perigoso habitando o espaço já não é assustador, imagine um que tem uma boca dentro da boca? Difícil pensar em algo mais ameaçador.

A Bruxa de Blair (1999)


Muitos consideram um filme ruim, mas vale lembrar que é um dos primeiros sucessos de found footage - quando a câmera dita a perspectiva do protagonista. O marketing, no início da popularização da internet, também foi genial: além de espalhar o boato que as imagens eram reais, os produtores conseguiram levantar a dúvida que persiste até hoje: afinal, a bruxa de Blair é real?

Brinquedo Assassino (1988)


Bonecos, coisa de criança? Chucky é a encarnação do mal na pele – ou no plástico – do brinquedo que assassina das maneiras mais criativas as pessoas ao redor. A franquia deu origem a 6 títulos de qualidade questionável – entre os quais as quase-comédias A Noiva de Chucky e O Filho de Chucky – mas o primeiro Boneco Assassino, é um clássico absoluto.

O Exorcista (1973)

Regan, personagem possuída em 'O Exorcista' 

Lançado em 1973, O Exorcista chocou plateias do mundo todo pela subversão dos dogmas da igreja católica ao longo de pouco mais de duas horas – tudo a partir da história de uma possessão infantil. Mas os elementos que contribuem para esse ser um dos grandes filmes de terror não se limitam às cenas provocativas: o longa também é cercado de lendas, incluindo morte de atores e lesões reais no set de filmagem.

O Exorcismo de Emily Rose (2005)

Resultado de imagem para O Exorcismo de Emily Rose (2005)

Inspirado no caso verídico da jovem alemã Anneliese Michel, traz sessões de exorcismo bem explicitas e impactantes. Como a narrativa é ditada de acordo com o julgamento do Estado contra o padre, há uma dualidade entre realidade e imaginação, deixando o espectador julgar se o Coisa-Ruim invadiu ou não o corpo de Emily.

Holocausto Canibal (1980)

Poster de 'Holocausto Canibal' em sua versão na Espanha 

O fato de Eli Roth dar uma repaginada a Holocausto Canibal com seu – ainda inédito – Green Inferno sugere o tipo de influência provocada pela produção italiana. A controvérsia com o uso de animais e das cenas de violência explícita – tiros e facadas tornaram-se infantis se comparadas ao empalamento de documentaristas exibido no filme – levaram a imprensa da época a questionar se de fato aquilo era apenas ficção.

A Hora do Pesadelo (1984)

Resultado de imagem para A Hora do Pesadelo (1984)

Além de criar um dos personagens mais marcantes da cultura pop, Freddy Krueger, trouxe um conceito diferente: nem nos sonhos você está a salvo. A ironia do antagonista, além das mortes grotescas, coroam o clássico. Uma obra-prima do mestre Wes Kraven, que nos deixou em 2015.

Invocação do Mal (2013)


Acompanha o primeiro grande caso do casal Warren - dois famosos caçadores paranormais norte-americanos. O título recuperou o antigo gênero de casa mal-assombrada, com um ritmo de filme que deixa o espectador grudado no sofá para, em seguida, tomar um susto digno de jogar a pipoca longe.

O Iluminado (1980)


O clássico de Stanley Kubrick causa medo em muita gente pela temática espiritual e psicológica com direito a aparições assustadoras, clima sombrio e uma atuação arrepiantemente impressionante de Jack Nicholson no papel de um escritor alcoólatra em recuperação. Para completar, o longa é baseado na obra homônima escrita pelo mestre do terror, Stephen King.

Jogos Mortais (2004)


Uma das franquias de terror de maior sucesso dos últimos anos, Jogos Mortais ganhou mais seis filmes sobre a história de um serial killer que nada mais quer do que corrigir a índole das pessoas. No primeiro longa, a história se passa em um banheiro no qual dois homens se submetem a sequências de automutilação que combinam boas cenas de violência e terror psicológico. Prepare-se para ouvir muitos gritos de dor e desespero.

Ju-On - O Grito (2002)


Se a versão ocidental já o assustou, não assista a japonesa. A temática é a mesma: uma maldição, vinda de uma morte cheia de ódio. E onde os orientais ganham? Nas cenas assustadoras, aquelas que você não consegue entender como alguém pensou naquilo. Um bom exemplo disso é o momento de um parto. Guarde isso e, depois de ver o longa, entenderá do que estamos falando.

O Massacre da Serra Elétrica (1974)

Leatherface: a síntese do horror em 'O Massacre da Serra Elétrica' 

É de se imaginar que pessoas que tiveram a oportunidade de assistir aO Massacre da Serra Elétrica em sua estreia, em 1974, geraram fortunas para psicólogos e analistas, como forma de se recuperarem do impacto causado por Leatherface e a família mais desajustada do Texas. Mas fuja do remake, de 2003, como se fosse um hippie fugindo de um gancho de açougueiro.

Evil Dead: A Morte do Demônio - ou Uma Noite Alucinante (1981)


Os críticos podem torcer o nariz, mas o remake do clássico do terror de 1981 lançado em 2013 também merece aplausos. Enquanto as cenas do original caíram na categoria gore que beira o trash, as sequências da nova versão exigem estômago. O enredo segue o primeiro roteiro, temperado com boas cenas cheias de sangue e automutilação. Um filme que impressiona.

Poltergeist (1982)


Um verdadeiro clássico que recentemente ganhou um remake. Ao envolver fenômenos elétricos e eletrônicos com fantasmas e demônios, deixou uma geração inteira tremendo com o menor barulho da estática das TVs.

A Profecia (1976)

Inocência? Damien é o filho do demônio em A Profecia (Foto: Divulgação)

Quando o remake de A Profecia foi lançado, a pré-estreia mundial aconteceu em seis de junho de 2006 – 6/6/6. Nada mais adequado. A versão mais recente, contudo, não consegue replicar o clima soturno provocado em 1976 por Damien, o herdeiro do demônio que provavelmente fez muitos pais à época repensarem a ideia de terem filhos. Assustador até os dias de hoje.

Psicose (1960)

Resultado de imagem para Psicose (1960)

A obra-prima de Alfred Hitchcock trata a psicose com primor em cenas que brincam e instigam o raciocínio investigativo do espectador. Enquanto a cenografia e a sonoplastia contribuem para o clima de terror, o resto trabalha no suspense que prendem até o fim do filme.

Rejeitados pelo Diabo (2005)

Resultado de imagem para Rejeitados pelo Diabo (2005)

Não bastasse o sucesso nos palcos com o antigo White Zombie e com sua banda solo, Rob Zombie também é um diretor de mão cheia. Rejeitados Pelo Diabo dá a pista, a partir de seu título, dos personagens explorados na película. Além do roteiro bem amarrado, o filme conta com o melhor uso da história de uma canção – Free Bird, do Lynyrd Skynyrd – em uma cena.

Ringu - O Chamado (1998)


O original 'Ringu' 

Com menos efeitos especiais que o remake americano, a versão original japonesa de O Chamado preza pelo medo realista. O filho da personagem principal, por exemplo, deixa o dom da clarividência evidente ao conversar com os mortos, enquanto o enredo caracteriza o espírito de Sadako como uma entidade maligna e não uma alma penalizada, como a de Samara no filme dos EUA. Já dá para imaginar o resultado...

Sinais (2002)


Os ETs só aparecem no final, mas a atmosfera de ser vigiado por seres de outro planeta gera uma tensão digna de gritar "Mel Gibson, faça o que quiser, mas não entre nesse milharal no meio da noite". O título do filme também faz referências a como o destino age de uma forma orquestrada - quer você acredite ou não.

V/H/S (2012)


Um dos takes de 'V/H/S' 

O terror de 2012 reúne uma série de curtas de diferentes diretores ligados por um fato em comum: todos estão gravados em VHS, cujas cenas mostram passagens assustadoras em diferentes circunstâncias e graus de violência. Espere ver assassinatos brutais e deformações bizarras para todos os gostos.

Violência Gratuita (1997)


Que lugar é mais seguro que sua própria casa? E se dois sádicos a invadissem e começassem a torturá-lo das piores formas possíveis, o que você toparia fazer para sobreviver? Tem um leve toque de Laranja Mecânica, mas constrói a tensão de uma maneira natural - o que é um pouco estranho.

A Volta dos Mortos-Vivos (1985)

Resultado de imagem para A Volta dos Mortos-Vivos (1985)

Trocadilhos à parte, zumbis ganharam vida mais uma vez em tempos recentes – de The Walking Dead a Guerra Mundial Z, os mortos-vivos se tornaram estrelas das telas. Mas o charme de A Volta dos Mortos Vivos ainda segue imbatível. Cérebros!

O Bebê de Rosemary (1968)

Imagem relacionada

Um casal se muda para um prédio com pessoas estranhas. Acontecimentos ainda mais estranhos levam a jovem, que está grávida, a duvidar de sua própria sanidade. Porém, o parto e a descoberta de uma seita diabólica irão finalmente mostrar a verdade.

It - Uma Obra-Prima do Medo

Imagem relacionada

Sete amigos se envolvem em uma luta contra um demônio que encontraram trinta anos atrás, durante a infância na cidade de Maine. Inspirado no livro de Stephen King.

Pague para Entrar, Reze para Sair

Resultado de imagem para pague para entrar reze para sair

Quatro amigos adolescentes vão a um parque de diversões, apesar da oposição de umas das meninas, que escutou rumores sobre o desaparecimento de alguns jovens no lugar. O terror os espera no trem fantasma.

Madrugada dos Mortos 

Resultado de imagem para Madrugada dos Mortos

A história não era nova (o original é de 1978), mas o filme de 2004 mostrou pra muita gente como funcionam os shoppings na madrugada! Um grupo de sobreviventes de um ataque de zumbis passa a viver dentro das lojas.

Halloween

Resultado de imagem para halloween filme

O disponível no Netflix é o superclássico, de 1978. No Dia das Bruxas, Michael Myers, com apenas seis anos, matou a irmã e acabou num sanatório. Ficou lá por 15 anos, até que fugiu para cumprir a saga de assassinatos, sempre no Halloween. Enquanto a galera bate de porta em porta pedindo doce ou travessura, ele aterroriza a cidade. Depois do primeiro, uma série de filmes foi lançada, até rolar o remake, em 2007.

Carrie- A Estranha

Resultado de imagem para Carrie- A Estranha

O filme inspirado no livro de Stephen King já ganhou algumas versões. No Netflix estão disponíveis as de 1976 e 2002. A produção mais antiga é dirigida por Brian de Palma e pode ter certeza que os poderes telecinéticos de Carrie aterrorizam até hoje.

Stigmata 

Resultado de imagem para Stigmata

Pode ser que medo não seja o sentimento deste filme, que envolve uma temática mais religiosa. Um padre vai para o Vaticano investigar um caso estranho de marcas no corpo de uma jovem. Mas os sustos já fazem valer a pena.

Horror em Amityville 

Resultado de imagem para Horror em Amityville

Nada pior do que se mudar e descobrir que a mansão onde mora é assombrada. Saber que ela foi palco do assassinato de uma família inteira, pior ainda. Quer tomar um susto em um sábado à noite?

A Casa Amaldiçoada

Imagem relacionada
 
Lançado em 1999, esse filme foi um clássico dos efeitos especiais para a época. Com fantasmas que saíam dos móveis a história parece um clichê de casa amaldiçoada, porém só assistindo ao filme para conhecer o mistério da Hill House.

Sexta-feira 13 

Resultado de imagem para Sexta-feira 13 filme

A versão de 2009, disponível no Netflix, é remake do original de 1980. Apresentando o famoso assassino Jason, que ficou imortalizado pelos 12 filmes que já tem a série. Se você gosta de história com jovens despreocupados numa viagem para um acampamento mal assombrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário